easyJet: 24,4 milhões de passageiros até Junho

O número de passageiros transportados até Junho pela easyJet, que corresponde ao terceiro trimestre deste exercício, registou um aumento de 9,3% para 24,4 milhões, impulsionado pelo aumento na capacidade de 8,9% para 26,2 milhões de lugares. A taxa de ocupação subiu 0,3 p.p. para 93,4%.

Segundo o presidente executivo da companhia aérea, Johan Lundgren, a easyJet “apresentou um forte desempenho durante o terceiro trimestre, impulsionado pela crescente procura”, realçando que, os resultados agora divulgados demonstram que “a companhia continua a ganhar força”.

O executivo destaca igualmente que “houve um crescimento contínuo das receitas acessórias devido, principalmente, ao facto de cada vez mais passageiros optarem pela reserva de lugares e pelo transporte de mais bagagem.”

As greves que têm vindo a ocorrer por toda a Europa continuam a ser uma questão preocupante para a transportadora, que se está a reflectir na receita, no custo e no desempenho operacional, sendo os principais impulsionadores a greve de controladores aéreos e as restrições ao tráfego aéreo. Apesar deste aumento de irregularidades, a easyJet perspectiva um aumento do lucro antes do exercício fiscal de 2018 para um intervalo entre 550 e 590 milhões de libras.

No final do exercício deste ano, a 30 de Setembro de 2018, excluindo as operações da Tegel, a easyJet espera um crescimento da capacidade em 4.5% e prevê que as operações de Tegel representem uma perda completa, no primeiro ano, antes de impostos, de cerca de 125 milhões de libras e uma perda não líder, antes de impostos, de cerca de 50 milhões de libras.