Em vendas e margem Bestravel continuou a crescer a dois dígitos em 2019

Depois de os resultados de 2018 terem sido considerados “recorde”, 2019 trouxe novo “crescimento a dois dígitos” à Bestravel tanto no volume de vendas como na margem de lucros, avançou o administrador da Gecontur, Carlos Baptista, em conferência de imprensa à margem da Convenção anual da rede, em Marraquexe.

À margem da convenção Bestravel que pela primeira vez se realizou fora de Portugal, o administrador da Gecontur, master franchise da Bestravel, considerou que os resultados de 2019 configuram algo de “extraordinário” e que dão “mais um sinal de vitalidade e crescimento da rede”.

No que toca ao top dos destinos mais vendidos e a crescer, o primeiro lugar continua a ser ocupado por Portugal que “é o destino que mais vende, ultrapassando os 10 milhões de euros em vendas”, seguindo-se, também com “um crescimento interessante”, a Espanha, e em terceiro lugar Cabo Verde, “um destino histórico para os portugueses” e onde se está a registar “cada vez maior preponderância da Ilha do Sal em relação à Boavista”, o que o considerou ser “uma tendência de mercado”.

Nos lugares seguintes mas “sem grandes crescimentos”, ficaram a República Dominicana e o México, seguindo-se “alguns destinos de cidade, nomeadamente nos Estados Unidos, com um crescimento considerável ao nível das vendas” bem como “algumas cidades europeias, principalmente em França e Itália”. Já o Brasil “manteve-se mais ou menos em linha com o ano de 2018, não se tendo registado grandes alterações”.

Carlos Baptista destacou também a Tunísia pelo crescimento apresentado em 2019, em resultado da recuperação da confiança do mercado português. Salientou também o “crescimento bastante acentuado” das Maldivas.

Embora com “volumes de vendas muito inferiores”, citou destinos que “estão a mostrar uma certa dinâmica de crescimento” como a Turquia “que voltou a aparecer nas nossas vendas em 2019”, o Dubai, a Tanzânia “que volta agora a estar na ordem do dia com o produto safaris”, e o Canadá, “muito por força da aposta da Air Canada no mercado português”.

No que toca aos operadores mais vendidos pela rede, a Soltour continua a ocupar o primeiro lugar, reforçando até a sua posição, seguindo-se o Grupo Ávoris, principalmente pela “produção Nortravel que tem uma preponderância muito grande junto da rede”. Em terceiro lugar “aparece o operador da casa, a Soltrópico” que integra também o Grupo Newtour, seguindo-se a Solférias.