Everjets quer transportar 50 mil passageiros mês entre o Funchal e o continente

A Everjets, a nova companhia aérea de voos regulares, que iniciou este domingo as ligações entre o Funchal e o continente, quer transportar 50 mil passageiros por mês nos dois sentidos, anunciou o seu director executivo, José Pereira.Jantar_Funchal_1

Em Conferência de Imprensa, na Madeira, a companhia aérea privada anunciou para já 12 ligações semanais entre a Madeira, Lisboa e Porto, mas que passará rapidamente para 14, operação que começou a realizar com um A320 com capacidade para 168 passageiros em económica e oito em executiva ou 180 lugares na configuração para voos charter, que foi contratado em ACMI à DAT (Danish Air Transport) da Dinamarca..

Em Fevereiro a Everjets espera o seu segundo avião, primeiro registado em Portugal e com tripulação própria, para apoiar estas duas rotas, mas também com o objectivo de oferecer novos destinos. “Pretendemos avançar e ir crescendo no que podemos oferecer à Madeira, Açores e ao continente, bem como outros destinos”, adiantou José Pereira.

Por outro lado, a nova transportadora aérea vai disponibilizar os seus aparelhos para voos charter, com vista a apoiar os operadores turísticos que operam no mercado português. Para já estão contratados três charters à saída de Lisboa e dois do Porto para o réveillon no Funchal, com os operadores Solférias, Exoticoonline, Sonhando e Halcon. No entanto, outros destinos poderão estar na calha, como Cabo Verde, embora os contratos com os operadores turísticos ainda não estejam concretizados.

José Pereira disse, na Madeira, para onde levou e trouxe convidados do continente e da Região Autónoma da Madeira, para celebrarem o voo inaugural no último fim de semana, garantiu que este “é um projecto ambicioso, um grande desafio”, mas que a companhia enfrentará “com profissionalismo”, anunciando tarifas entre os 30 euros e os 280 euros, incluindo refeições a bordo e bagagem de porão, o que indica que não terá uma política comercial semelhante às low cost, questão referida igualmente pelo vice-presidente da companhia, Ricardo Dias. “O nosso posicionamento é outro, completamente diferente”, disse, para indicar ainda que “o que queremos é oferecer um serviço de grande qualidade a um preço justo e competitivo. Ou seja, vamos oferecer o melhor serviço do mercado ao melhor preço completo do mercado”.

No jantar de apresentação da companhia na Madeira, o presidente do Governo Regional Miguel Albuquerque desafiou a companhia aérea a novas operações, designadamente para a África do Sul e Venezuela, países que albergam um enorme volume de emigrantes madeirenses. Para tal, disponibilizou todo o apoio do Governo Regional nesse processo.

Miguel Albuquerque recordou ainda aos novos empresários o compromisso da região com o turismo nacional, que vai ter oito milhões de euros destinados à promoção turística, dos quais 19% são para a promoção do destino no continente.

O governante regional referiu-se à importância desta nova rota e garantiu à nova empresa a existência de condições para o futuro, lembrando que a Madeira está a ter um ano turístico excepcional, com um aumento de 5% nas dormidas e 5,7% nas receitas, afigurando-se também um bom ano turístico em 2016.

A companhia aérea privada portuguesa, iniciou em 2011, a sua actividade na aviação executiva e, posteriormente, no apoio com meios aéreos de combate a incêndios.

Os bilhetes da Everjets já podem ser adquiridos online no site oficial da companhia, disponível em www.flyeverjets.com. A plataforma permite aos passageiros efectuarem as suas reservas, mas também conhecer todos os detalhes relativos aos voos.