FlixBus projecta autocarros de longa-distância movidos a hidrogénio

A FlixMobility prepara-se para testar autocarros movidos a hidrogénio em trajectos de longa-distância, tornando-se na primeira empresa do mundo a fazê-lo.

Para criar o projecto focado em sustentabilidade e mobilidade sem emissões de CO2, a empresa irá trabalhar com os especialistas em tecnologia da Freudenberg Sealing Technologies. As discussões iniciais com os produtores para desenvolverem os autocarros neste sentido já arrancaram.

Os autocarros de longa-distância são um dos meios de transporte mais ecológicos disponíveis actualmente, com a FlixMobility a pretender dar mais um passo na mobilidade sustentável. “Queremos desenhar o futuro da mobilidade”, avança André Schwammlein, fundador e CEO da FlixMobility.

“Depois de lançar três autocarros totalmente eléctricos com sucesso, queremos agora desenvolver os primeiros autocarros movidos a hidrogénio, em conjunto com a tecnologia da Freudenberg”, explica o fundador da FlixMobility.

Os primeiros E-bus foram produzidos pela BYD e Yutong da China. A tecnologia de hidrogénio é agora uma oportunidade para os produtores de autocarro europeus. Os veículos movidos a hidrogénio poderão percorrer cerca de 500Km antes do reabastecimento, que deverá levar um máximo de 20 minutos. O desempenho, como a potência e aceleração, estará em linha com os padrões actuais.