FlixBus retoma operação internacional em Portugal

Após o regresso da rota Lisboa-Porto, a FlixBus retomará gradualmente a operação internacional a partir de Portugal, com viagens directas para Espanha, França, Luxemburgo, Suíça e Alemanha, com a empresa a assegurar viagens seguras e com novos processos.

A partir de 1 de Julho, com a abertura oficial das fronteiras com Espanha, a rede expandirá para cerca de 94 destinos, a partir de 71 cidades portuguesas. Em Fevereiro, com a integração da operação da Eurolines e da Socitansa, a FlixBus ampliou a sua oferta de serviços de transporte de autocarro de longa-distância a partir de Portugal.

A empresa alavancou tecnologia para criar uma rede de viagens optimizada e mais eficiente, com mais frequências, mais pontualidade, horários melhorados e que vão ao encontro das necessidades dos passageiros e preços mais acessíveis. Apresenta, assim, dois tipos de trajectos na operação internacional, as linhas directas com trajectos rápidos e poucas paragens, e as linhas longas com autocarros de dois andares do parceiro Socitransa.

Na retoma gradual, a rede de operações será baseada na procura dos passageiros. Para oferecer ainda mais transparência, a FlixBus está a testar uma nova ferramenta que indica a lotação do autocarro aos passageiros na plataforma web em tempo real. Esta nova funcionalidade permite que os clientes decidam se querem viajar com antecedência, podendo escolher reservar um lugar ou alterar a sua viagem para um novo horário, com base na lotação.

“Estamos muito satisfeitos por finalmente reabrir a operação para a Europa e dar a oportunidade aos nossos passageiros de subirem a bordo de um FlixBus novamente, com o mesmo compromisso de sustentabilidade e a frota mais moderna e ecológica do mercado”, atesta Pablo Pastega, director geral da FlixBus em Portugal e Espanha. Antes de retomar a operação, a empresa conduziu testes na Alemanha, onde implementou um novo conceito de segurança e higiene, alterando processos e definindo um novo protocolo global.

Ainda que a maioria dos países europeus, como Espanha e França, já tenham levantado as restrições de capacidade, Portugal mantém esta medida, que limita os operadores de linhas de autocarros. A FlixBus informa que “irá cumprir com todas as orientações locais, no entanto aguarda, à semelhança de outros países europeus, que a limitação de 2/3 de capacidade nos transportes seja levantada em breve”.