Fórum Mundial de Presidentes da Câmara da OMT decorre novamente em Portugal

Em 2021, o Porto será a cidade anfitriã do Mayors Forum for Sustainable Urban Tourism, após Lisboa ter acolhido a primeira edição deste fórum organizado pela OMT, em 2019, que reúne presidentes de câmara de todo o mundo para abordar os desafios do turismo urbano sustentável.

A Organização Mundial de Turismo elegeu novamente Portugal para ser palco deste certame, tendo a decisão sido tomada à margem da FITUR, num encontro entre a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e o secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili. O Fórum Mundial de Presidentes da Câmara da OMT reunir-se-á no Porto no primeiro trimestre do próximo ano.

Em 2019, foram cerca de meia centena os representantes de câmaras municipais a nível mundial que se reuniram em Lisboa e debateram os desafios do crescimento do número de turistas e as soluções que promovam um turismo que gere riqueza e que respeite e beneficie os residentes de cada local. Deste encontro resultou a assinatura da primeira carta de turismo sustentável da OMT das Nações Unidas.

Segundo Rita Marques, a “prova que Portugal está no pelotão da frente a fazer mais e melhor pela sustentabilidade foi a inclusão do Observatório dos Açores e do Observatório Regional para o Turismo Sustentável do Algarve na Rede de Observatórios da OMT”, ressalvando também o reconhecimento ao “trabalho feito por Portugal em matéria de Turismo Acessível pela OMT, porque temos condições e queremos receber todos, durante todo o ano e por todo o país”.

Além de Espanha e da Croácia, que detém a presidência rotativa da UE, Portugal esteve também em destaque no evento “The Future of Sustainability Tourism in the Framework of the EU Green Deal”, organizado pela OMT durante a FITUR. No decorrer da feira em Madrid, a secretária de Estado reuniu-se com a sua homóloga espanhola, Isabel Oliver, num encontro em que foi decidido o aprofundamento da cooperação na promoção externa dos dois países e do turismo nas zonas fronteiriças.

Assim, Rita Marques avança que “não podia fazer um balanço mais positivo da participação na FITUR”, destacando que “Portugal continua a ser reconhecido pelo trabalho árduo que tem feito em prol da inclusão e da sustentabilidade”, sendo que “trabalhamos para continuarmos a ser visitados e experienciados como o melhor destino do mundo”.