Gaia vai cobrar 2€ de taxa turística no Verão e 1€ na época baixa

A Câmara Municipal de Gaia aprovou esta segunda-feira o relatório final sobre a “Taxa de Cidade de Vila Nova de Gaia”, nome que substitui a chamada taxa turística, ficando definido dois euros para a época alta e um euro na temporada baixa.

O presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, em declaração enviada à Lusa defende que “é inegável que o crescimento do turismo no concelho e na região acarreta enormes benefícios para a economia”, mas faz notar que “não deixa, também, de ser verdade que o impacto desse crescimento do número de pessoas que nos visitam causa também alguns impactos menos positivos nas cidades onde vivemos”.

Por isso, e por forma “a minorar esta ‘pegada ecológica’, mais evidente no Verão, decidimos avançar com esta taxa de cidade, também ela sazonal. Um valor que é simbólico para os turistas, mas que contribuirá para que o município invista, por exemplo, em actividades relacionadas com o turismo ou no apoio que é dado aos turistas, na sua segurança, etc., mas também na manutenção e reabilitação urbanística, territorial e patrimonial do espaço público”, destaca o autarca.

“Temos de melhorar a nossa oferta, mas temos também de assegurar que aquilo de que dispomos – desde os equipamentos culturais às próprias ruas mais procuradas – é devidamente mantido. Para isso, é preciso assegurar novas fontes de financiamento, e esta taxa vem dar um contributo importante”, acrescentou, Eduardo Vítor Rodrigues.

Assim, no concelho de Gaia será implementada uma taxa para dormidas de turistas, sendo que metade do ano, na chamada época alta que vai desde 01 de Abril a 30 de Setembro, o valor é de dois euros. No período restante, ou seja, entre 01 de Outubro e 31 de Março, a taxa é de um euro. A data para que esta taxa comece a ser implementada ainda não foi definida, sendo que o tema ainda terá de ser avaliado em Assembleia Municipal, apesar de o relatório ter sido aprovado por unanimidade em reunião camarária.