Galardão de Destino Turístico Acessível da OMT entregue a Portugal

A distinção de Destino Turístico Acessível foi concedida a Portugal, e menções honrosas foram atribuídas a Barcelona e à cidade indiana de Thrissur, na primeira edição desta iniciativa, que encerrou em Setembro de 2019, mas foi celebrada a 22 de Janeiro, na FITUR.

As entidades OMT e Fundación ONCE juntaram-se com o intuito de reconhecer e promover destinos turísticos acessíveis a todos. O reconhecimento especial a Portugal, recebido por Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, advém da importância que o destino dá à acessibilidade e pelo seu envolvimento na implementação de produtos e serviços turísticos a que todos tenham acesso, em todas as regiões do país.

Para além da distinção a Portugal, foram atribuídas menções honrosas às cidades de Barcelona e Thrissur. O júri considerou que Barcelona “está muito avançada em termos de acessibilidade”, apresentando boas condições para o turismo, incluindo estabelecimentos de alojamento e restauração e transportes. Já Thrissur recebeu a menção honrosa na categoria de “Destino Emergente”, por estar em “pleno desenvolvimento de acessibilidade, com forte envolvimento de entidades públicas”.

Em Setembro do ano passado, aquando do anúncio das distinções, Zurab Pololikashvili, secretário-geral da OMT, avançava que “os organizadores querem valorizar os destinos que fazem um esforço importante para que possam ser desfrutados por qualquer turista, independentemente das suas capacidades físicas, sensoriais e cognitivas”. Zurab Pololikashvili marcou presença na celebração na FITUR, a par com José Luis Martínez Donoso, director-geral da Fundación ONCE.