Gastos em viagens de negócios devem chegar aos 1,6 triliões de dólares em 2016

Os gastos com viagens de negócios em todo o mundo atingiu os 1,2 triliões de dólares em 2015, um aumento de 5% face ao ano anterior, e estão previstos chegar aos 1,3 triliões de dólares em 2016.

De acordo com o relatório anual divulgado pela Fundação GBTA (Global Business Travel Association), em parceria com a Visa, apesar da continuação da incerteza global e do optimismo cauteloso de alguns países, a previsão dos gastos com viagens de negócios, é de um crescimento médio de 5,8% ao longo dos próximos cinco anos, atingindo 1,6 triliões em 2020.

Pela primeira vez na história, a China ultrapassou os Estados Unidos como maior mercado para as viagens corporativas. Em 2015, os chineses movimentaram 291,2 mil milhões de dólares nessas viagens, crescendo 11,4% sobre 2014 e ultrapassando os norte-americanos, que, com 2,2% de aumento, somaram 289,8 mil milhões de dólares no ano passado.

“As viagens de negócios continuam a crescer conforme o mundo se torna mais conectado, e a transição para métodos electrónicos de pagamento vai ajudar as empresas a reduzir custos e pagar as despesas de viagens de forma mais eficiente”, destaca Michel W. McCormick, director executivo da GBTA.
Mais de dois terços das despesas em viagens de negócios são efectuadas nos Estados Unidos da América, China e Europa Ocidental.