Gekko vai instalar-se em Portugal

A Gekko, especialista em reservas hoteleiras em B2B, anuncia que vai instalar-se em Portugal no início de 2017. Um ano após a abertura do seu capital à sociedade de investimento HLD, a Gekko iniciou realmente a sua europeização.

Depois da Bélgica e da Espanha este ano, a empresa, que opera através das suas subsidiárias Teldar Travel (segmento de lazer), Hotel Corpo System (viagens de negócios), e Infinite Hotel (grossista dedicado a hotéis franceses independentes), vai prosseguir os seus esforços de expansão já no início de 2017 com a sua entrada em Portugal, conforme anunciou à imprensa francesa os seus accionistas maioritários Stéphane de Laforcade et Olivier Delouis. A equipa portuguesa já foi recrutada, disseram, e os serviços devem arrancar dentro de dois meses.

A empresa já pensa também na Suíça e Holanda ainda em 2017, com recrutamentos já em curso, mas também na Itália, onde o pontapé de saída está previsto para o início do terceiro trimestre. A direcção da Gekko está também de olho na Alemanha, Reino Unido e Países de Leste.

“Dentro de três anos, a França vai pesar menos de 50% da actividade da empresa com o crescimento do segmento de lazer, mas também do corporate”, disse Olivier Delouis.

A direcção do Gekko não esconde a satisfação de ter completado o exercício 2015-2016, que fechou a 30 de Setembro com um volume de negócios de 150 milhões de euros, contra os 105 milhões no ano anterior com o número de noites hoteleiras a crescer 35%. A empresa “é rentável pelo terceiro ano consecutivo”, disse Stéphane Laforcade.