Geminação de Viana do Castelo e Rio de Janeiro potencia turismo

A geminação de Viana do Castelo e o Rio de Janeiro tem como uma das principais prioridades a promoção turística do Norte de Portugal no Brasil.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, em declarações à Lusa a propósito do acordo de geminação que assinou no passado dia 16 com a Prefeitura do Rio de Janeiro, “estamos a preparar, numa organização conjunta com a transportadora Avic e a Fundação Santoinho, um programa de promoção turística que será dinamizado no Brasil pela Casa do Minho do Rio de Janeiro. Esse programa irá promover Viana do Castelo, Braga, Guimarães, Porto e os Caminhos portugueses até Santiago de Compostela, na Galiza”.

O autarca adiantou que o programa turístico que vai ser preparado “incluirá um roteiro de visitas àquelas cidades e uma passagem pelo Santoinho”, considerado o maior e o mais típico arraial minhoto do país, com quase meio século de existência. Além da sardinha assada, os visitantes são brindados com o folclore, música popular, marchas entre outros números de animação minhota.

Por outro lado, segundo José Maria Costa, “este ano, Viana do Castelo irá acolher um concerto pela orquestra Maré do Amanhã”, fundada por Carlos Eduardo Prazeres que utiliza a música como instrumento de transformação social e cultural de crianças, adolescentes ou jovens brasileiros.

Outras das componentes da geminação agora celebrada entre Viana do Castelo e o Rio de Janeiro prende-se com a “cooperação entre os museus” das duas cidades.