Go4Travel quer liderar também em responsabilidade social

Houve sorrisos especiais a receber os cerca de 300 participantes no Summit4Travel. Foi o primeiro passo num projecto de responsabilidade e inclusão social que a Go4Travel quer abraçar, através da assinatura, em breve, de um protocolo com a Associação VilaComVida.

Na homepage do site da Associação VilaComVida pode ler-se esta mensagem: “Acreditamos que pessoas com perturbação ligeira do desenvolvimento intelectual (PLDI) podem ser efectivamente felizes se e quando estiverem inseridas na sua comunidade. Serão assim seres humanos realizados na sua diferença”.

Foi algumas destas pessoas que a Go4Travel levou à sua convenção, em Coimbra para receberem os participantes, e fizeram-no da melhor forma, com alegres e rasgados sorrisos que contagiaram todos os que iam entrando na sala. O objectivo da Go4Travel foi, através desta acção, sensibilizar os seus accionistas para a possibilidade de integrarem nas suas empresas pessoas com PLDI, nomeadamente com Trissomia 21, Perturbações do Espectro do Autismo, entre outras.

Trata-se de um projecto de responsabilidade social e de inclusão que em breve motivará um protocolo com a Associação VilacomVida. No Summit4Travel, Tiago Rodrigues, um dos administradores da Go4Travel, fez a apresentação deste projecto aos presentes e mais tarde falaria sobre ele com os jornalistas, à margem da convenção.

Tiago Rodrigues adiantaria que o formato da parceria com a VilaComVida, ainda não está fechado mas “queremos implementá-lo”. No Summit4Travel o que a Go4Travel pretendeu foi dar o pontapé de saída a este tema e começar a “sensibilizar os nossos accionistas para o facto de ser possível integrar estas crianças” e assegurar-lhes que “é possíveis as empresas terem estas pessoas a trabalhar”. Assegurou ainda que “os ganhos são gigantes, não só para as crianças e para os jovens que entram no mercado de trabalho, como sobretudo para as próprias empresas”.

Frisando que “o sector do turismo, seja em permanência nas empresas ou em eventos, operações para empresas, incoming, recepções, reuniões, tem um potencial enorme para fazer alguma coisa neste âmbito”, João Matias, presidente da Go4Travel afirmaria que “há muitos ângulos para pôr estas pessoas a trabalhar connosco”. Afirmando acreditar que este projecto de responsabilidade social poderá “funcionar lindamente”, assegurou que “nunca tinha sido, em evento nenhum, convidado a entrar na sala de uma maneira tão simpática e tão alegre como fui hoje. Se isto for feito com um cliente meu, teremos muito a ganhar com isso”.