Grupo TUI suspende a maioria das operações

O Grupo TUI decidiu suspender a grande maioria das suas operações por tempo indefinido, incluindo viagens organizadas, cruzeiros e operações de hotel. A suspensão temporária tem como objectivo mitigar os efeitos de disseminação do Coronavírus.

“Neste ambiente em rápida evolução, a segurança e bem-estar dos nossos clientes e trabalhadores em todo o mundo continua a ser de suma importância”. É assim que começa o comunicado, de 15 de Março, em que o Conselho Executivo do Grupo TUI anuncia também ter retirado a orientação para o ano fiscal de 2020, anteriormente anunciada a 11 de Fevereiro.

O Conselho Exectuvio avança estar “a avaliar continuamente a situação e a considerar diversas acções para apoiar os nossos clientes, colegas e accionistas”. Afirma também estar “a tomar medidas substanciais para mitigar as consequências nas receitas”, e ter solicitado auxílio do estado para apoiar o negócio até que as operações sejam normalizadas.

A semana passada, tinha sido já avançado pelo Financial Times que o grupo estava a congelar os pré-pagamentos e suspender contratos com hotéis. “Estamos em contacto próximo com os nossos parceiros da hotelaria a nível global, e a rever em conjunto opções para a gestão da capacidade, para mitigar o impacto tanto para a TUI como para os seus parceiros”, citava o jornal britânico.