Há “forte pressão” sobre os preços, afirma Fernando Fagulha

À imagem do que já aconteceu o ano passado, 2016 está a ser um bom ano turístico, situação que se reflecte no aluguer de automóveis sem condutor. Mas, apesar da crescente procura, o sector está a sentir uma “forte pressão sobre os preços”, disse ao Turisver.com o director de Marketing e Vendas da Europcar, Fernando Fagulha.

À margem da apresentação da nova estratégia da empresa para a Mobilidade 360º, que decorreu na passada quinta-feira, em Lisboa, Fernando Fagulha avançou ao Turisver.com que, ao longo deste primeiro semestre do ano, o que se passa com o sector de rent-a-car é que “por um lado, há procura, mas por outro lado há uma forte pressão sobre os preços, mesmo nos segmentos premium”, o que se fica a dever, em parte, ao surgimento de “novos players de low cost no mercado”, para além de “este ano também haver mais carros no mercado, comparativamente com o ano passado”, o que também impacta de forma negativa nos preços médios.

“A procura está lá”, assume o director de marketing e vendas da Europcar que, no entanto, diz esperar para este ano “mais alugueres e menor preço médio, o que cria alguns problemas de rentabilidade”. Mesmo assim Fernando Fagulha espera que no Verão os preços possam “subir um pouco”.

A Europcar tem tido, ano após ano, muito cuidado no que toca ao aumento da sua frota, no entanto, a sua oferta este ano integra “mais 1.500 carros” com a frota de pico a situar-se este ano “na ordem dos 14.500”. Parte deste aumento, confessa, “tem a ver com o crescimento da InterRent, a nossa marca low cost”, com a qual a empresa concorre no mercado do baixo custo.