Idanha-a-Nova leva Portugal ao Natal de Estrasburgo

Portugal é este ano o país convidado de um dos mercados de Natal mais emblemáticos do mundo, o de Estrasburgo, evento com mais de 500 anos de tradição e que atrai anualmente mais de 2,3 milhões de pessoas.

A cidade pôs à disposição 16 chalés, na Praça Gutenberg, onde podem ser vistos produtos de todas as regiões do país. A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova organizou a presença portuguesa.

“Vamos dar ênfase a um país rural, de qualidade, com uma identidade própria e autenticidade. Vamos mostrar o país rural que habitualmente não aparece nas feiras internacionais em que Portugal participa”, diria o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto.

O Mercado de Natal de Estrasburgo, considerado o maior e mais antigo da Europa, decorre entre os dias 25 de Novembro e 24 de Dezembro.

Os visitantes podem apreciar e descobrir os produtos portugueses de Norte a Sul do país, como fumeiros, queijos, vinhos, bordados, especialidades gastronómicas, entre outros.

A cultura também está presente, sendo que o município de Idanha-a-Nova levou até Estrasburgo o Fado à Capela do maestro Luís Cipriano que actuou na inauguração do Mercado de Natal na Praça Kléber, durante a inauguração da iluminação da árvore de Natal.

Nas artes plásticas, Idanha-a-Nova levou a colecção de arte contemporânea de Paulo Lopo, cuja exposição vai ficar na igreja de Saint Pierre le Vieux, cujo tema central vai ser a emigração.

No capítulo da gastronomia, o destaque vai para a presença da cozinha portuguesa num dos restaurantes mais emblemáticos de Estrasburgo, a ‘Maison Kammerzell’, que durante uma semana vai servir pratos típicos de Portugal.