INE: Proveitos da hotelaria nacional aceleraram em Novembro

Os proveitos totais da hotelaria nacional aumentaram 6,3% durante o mês de Novembro de 2018 para 189,3 milhões de euros, enquanto os de aposento atingiram os 134,3 milhões de euros, acelerando para crescimentos de 6,1%. Os dois indicadores superaram as tímidas subidas verificadas em Outubro, que foram de 2,8% e 2,1%, respectivamente.

De acordo com dados divulgados esta terça-feira pelo INE, referentes à actividade turística em Portugal, em Novembro, revelam que entre as várias regiões, destacaram-se os aumentos de proveitos no Norte (+19,4% nos proveitos totais e +21,1% nos de aposento) e nos Açores (+10,6% e +12,7%, respectivamente).

No mês em análise, o rendimento médio por quarto disponível (RevPar) situou-se nos 33,7 euros, traduzindo-se num aumento de 2,7%. Neste indicador a região de Lisboa registou o valor mais elevado, chegando aos 63,5 euros. No entanto, o INE destaca as subidas no Norte (+16,2%) e Alentejo (+10,4%).

Todas as tipologias apresentaram evoluções positivas no RevPar, mas foram os aumentos apresentados pelos aldeamentos turísticos (+13,2%) e pelas pousadas (+10,2%), que se evidenciaram em Novembro de 2018.