ISCTE vai construir dois hotéis em Lisboa

A construção das duas unidades hoteleiras, uma de três e outra de cinco estrelas, consideradas como hotéis de aplicação, foi aprovada pela Câmara Municipal de Lisboa, em reunião extraordinária realizada no passado dia 23.

Na reunião da última quarta-feira, a autarquia lisboeta decidiu “aprovar a homologação favorável condicionada referente ao pedido de informação prévia para a construção de três edifícios” sendo um deles destinado à nova Escola Superior de Hotelaria que será criada pelo ISCTE – Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, e os outros dois destinados ao turismo, precisamente à construção de duas unidades hoteleiras, uma de três e outra de cinco estrelas.

Os três edifícios vão ficar localizados em Alvalade, concretamente na Av. das Forças Armadas, em terreno adquirido pelo ISCTE e contíguo ao próprio instituto.

Segundo o ISCTE tem vindo a avançar, ambas as unidades hoteleiras irão estar abertas ao público mas além de funcionarem como hotéis normais serão também hotéis de aplicação. No caso da unidade de três estrelas este será um hotel universitário, estando por isso apto a receber estudantes, nacionais e estrangeiros.

Quanto à nova Escola Superior de Hotelaria sabe-se que terá o foco em cursos de pós-graduação e, segundo avançou um responsável do Instituto ao Diário de Notícias, irá incluir uma área destinada ao ensino da alta gastronomia: o Lisbon Culinary Center.

O ISCTE tinha já entregue a documentação necessária na autarquia há alguns meses, a proposta, subscrita pelo vereador Manuel Salgado, tinha sido já analisada em Assembleia Municipal mas a sua aprovação estava pendente de esclarecimentos pedidos por vários deputados municipais.