Jet Airways nega problemas financeiros e compromete-se com um “futuro sustentável”

Em resposta a notícias que vêm sendo publicadas nos últimos dias na imprensa internacional, a Jet Airways vem negar que a companhia aérea se defronte com problemas financeiros e alega que tais rumores são “não apenas factualmente incorrectos, mas maliciosos”.

A companhia aérea internacional da Índia, representada em Portugal pela ATR, veio esta terça-feira atestar pela sua sustentabilidade financeira. Numa nota enviada à imprensa afirma que a “aviação indiana está a atravessar um forte crescimento e a Jet Airways está posicionada para ser parte desta história de crescimento”, para continuar ao explicar que estão “comprometidos em criar um futuro sustentável e orientado para o crescimento e um revitalizar da experiência”, contando com a adição de 225 aviões B737-MAX.

O comunicado explica que a companhia aérea está focada em criar “um negócio mais saudável e resiliente, implementando várias medidas para reduzir custos e obter receitas mais elevadas”. Para atingir a eficiência de negócio desejada está a actuar em áreas como vendas e distribuição, folha de pagamento, manutenção e simplificação da frota. Enquanto isto, a companhia aérea promete “continuar a dar a mais alta prioridade à segurança e garantir que as operações seguras continuem a ter recursos, conforme exigido pelos regulamentos”.

Por outro lado, a Jet Airways alega que a indústria da aviação indiana está a passar um momento difícil, com a queda da rúpia indiana e a discrepância entre preços de combustível altos e tarifas baixas. Mas, “a Jet Airways está em funcionamento há mais de 25 anos e ao longo desses anos tem tido sucesso em combater esta volatilidade do negócio”, explicam, para afirmar que “estamos confiantes que diversas iniciativas transformativas identificadas e sob implementação pela companhia ajudem a abordar os problemas enfrentados actualmente pelo sector”.