Lisboa: Proveitos hoteleiros continuam a subir e ocupação só tem ligeiro recuo nos 4*

No penúltimo mês de 2019, os estabelecimentos hoteleiros da cidade de Lisboa continuaram a protagonizar subidas nos preços médios, quer por quarto ocupado quer por quarto disponível. A ocupação da cidade também subiu e o único recuo, que foi bastante ténue, fez-se sentir nos hotéis de 4 estrelas. Os dados são do Observatório Turismo de Lisboa.

Divulgados esta segunda-feira, os dados do Observatório Turismo de Lisboa revelam que, em termos globais, a ocupação dos hotéis da cidade aumentou 2,5% em termos homólogos, para 78,43%. As unidades de 3 e de 5 estrelas tiveram mais ocupação turística do que em Novembro de 2018, ascendendo aos 84,22% e aos 71,22%, respectivamente, o que se traduziu em aumentos homólogos de 8,8% e 1,4%, em termos respectivos. Já os hotéis de 4 estrelas sentiram uma ligeira quebra, de 0,1% situando-se a ocupação por quarto nos 79,98%.

Também no acumulado de Janeiro a Novembro são apenas os 4 estrelas que apresentam quebra na ocupação, concretamente -2,5% para 83,13%.

Tanto o Average, como o RevPar revelaram-se positivos no mês de Novembro, com o preço médio por quarto vendido a situar-se nos 108,29€ e o preço médio por quarto disponível nos 84,93€, mais 4,0% e 6,6%, respectivamente.

O preço Médio por Quarto Vendido (Average) teve evolução positiva em todas as categorias hoteleiras analisadas, com a subida mais destacada a verificar-se nos hotéis de 4 estrelas: +5,4% para 92,84€. Seguiram-se os 5 estrelas com um aumento de 2,7% para um preço médio de 174,73€ e, por fim, os 3 estrelas com +0.7% para 70,85€.

Também o RevPar mostrou evolução favorável em todas as categorias, sendo mais expressiva nos 5 estrelas: +11,8% para 124,45€. Os 4 estrelas viram o RevPar subir 5,3% em Novembro para 74,25€, enquanto os hotéis de 3 estrelas registaram uma subida de 2,1% no RevPar, para 59,67€.

No acumulado de Janeiro a Novembro, tanto a evolução do Average como a do RevPar foi positiva em todas as categorias analisadas.