Lufthansa Ground Services Portugal: 5 anos a crescer

Primeira empresa portuguesa detida a 100% pelo grupo Deutsche Lufthansa AG, a Lufthansa Ground Services Portugal iniciou actividade em Maio de 2011, com 37 funcionários. Hoje emprega mais de 200 pessoas, cresceu 110% em número de voos assistidos e, conta com as marcas LGSP Events e LGSP Sports.

Criada para fornecer serviços de handling em aeroportos, incluindo administração, supervisão de rampa e emissão de bilhetes, a LGSP tem vindo a expandir continuamente esta área de negócios. Segundo o seu administrador executivo, Paulo Geisler, “tivemos desde então um aumento de 110%”, com a empresa a prestar assistência, nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro a voos da Lufthansa, Swiss, Brussels Airlines e Edelweiss.

De acordo com o responsável, “2016 está a revelar-se um ano de exponencial crescimento”. Por hora são assistidos, no Centro de Serviços da LGSP no Porto, mais de 25 voos, 365 dias por ano, 24 horas por dia. Para fazer face a este crescimento, “só em 2015 foram criados mais de 100 postos de trabalho e o grande investimento no Porto continua com a contratação de quase 200 novos colaboradores até 2017”, revela Paulo Geisler, precisando que “procuramos licenciados predominantemente nas áreas de turismo e línguas, sendo o domínio do inglês obrigatório e o de alemão preferencial”.

A LGSP é neste momento uma das maiores empregadoras de origem alemã com sede na capital nortenha, mas a companhia alemã não se ficou por aqui e criou duas novas marcas, a LGSP Events e a LGSP Sports, assumindo em comunicado que “está a estudar novos projectos para o centro de serviços no Porto, o que significa um novo  investimento de vários milhões de euros e mais contratação de pessoal para a cidade”.

“É com muito orgulho que assistimos a este rápido e enorme desenvolvimento desta aérea de serviços e o reconhecimento dos nossos clientes que continuam a acreditar na capacidade, flexibilidade e qualidade da LGSP em áreas muito sensíveis e que requerem um serviço de excelência”, refere ainda Paulo Geisler.