Lufthansa: Reservas antecipadas de voos de longo curso para Europa a baixar

A Lufthansa revê em baixa a sua previsão de lucros este ano devido aos efeitos que os atentados terroristas na Europa começam a ter na indústria da aviação, referindo que as reservas antecipadas de voos de longo curso para o continente europeu estão a descer consideravelmente.

A transportadora aérea alemã prevê que este ano atingirá um lucro operacional menor do que em 2015, quando obteve 1.800 milhões de euros, “devido ao aumento de incertezas políticas e económicas”. Anteriormente, a companhia esperava ultrapassar ligeiramente o resultado do ano passado.

A Lufthansa teve no lucro operacional de 529 milhões de euros no primeiro semestre, um crescimento de 13% face ao período homólogo do ano passado, devido principalmente, à queda do preço dos combustíveis e da redução de custos. No entanto, a companhia aérea facturou, de Janeiro a Junho 15 mil milhões de euros, ou seja menos 2,6% do que no mesmo período de 2015.

As reservas antecipadas de voos de longo curso para a Europa têm vindo a cair significativamente devido aos ataques terroristas no continente e verifica-se um aumento da incerteza política e económica quando a Lufthansa lançou as previsões iniciais, em Março último, de acordo com a companhia.

A Lufthansa espera que o preço dos combustíveis continue a baixar na segunda metade do ano em quase 300 milhões de euros, mas noutras áreas não será possível manter a redução de custos.