Luís Araújo: “Juntos” é chave da promoção de Portugal nos EUA

A primeira palavra na abordagem ao mercado dos Estados Unidos é “juntos”, o que significa que há que trabalhar em conjunto na promoção do destino Portugal e numa frente de vendas de Portugal nos EUA, considerou o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo.

O responsável, que falava no congresso da AHP, nos Açores, no painel “Portugal e os EUA. O mercado, o turista e a acessibilidade”, fez no entanto notar que promover o destino Portugal nos EUA não é tarefa fácil já que “só 13% dos americanos compra pacotes de férias, todos os outros compram disseminado”, uma realidade que “torna a promoção mais difícil”.

Daí que a promoção deva ser feita em bloco, com a colaboração de todos, juntando desde o Turismo de Portugal à TAP, passando pelas empresas privadas, com destaque para os hotéis. Neste mercado, acrescentou, a promoção tem que ter uma base forte no online e com a preocupação de dar às pessoas o que elas querem, mas não se pode esquecer o offline.

Acima de tudo, considerou Luís Araújo, há um grande desafio pela frente: encontrar a forma de “fazer com que as pessoas saiam do avião”, dado ser conhecido que dos passageiros que a TAP transporta, 70% não fica em Portugal.

Porque a visibilidade é importante, o presidente do Turismo de Portugal acredita que o facto de António Guterres ter sido eleito para a presidência da ONU vai dar uma grande ajuda no que toca à vista externa do nosso país. “É um win win para todos”, considerou.

*Reportagem completa na próxima edição da Turisver

**Turisver.com nos Açores a convite da AHP