Madeira restringe viagens à região e promete apoio a todas as empresas

A Autoridade de Saúde da Região Autónoma da Madeira informou que, a partir desta quarta-feira, só estão autorizadas as viagens de e para a Madeira por motivos fundamentados de saúde. Por outro lado, o Executivo madeirense está a preparar um conjunto de medidas de apoio a empresas da região, sejam elas grandes ou pequenas.

Segundo Pedro Calado, vice-presidente do Governo Regional da Madeira, estas medidas “vão abranger todas as empresas: grandes e pequenas”, no actual contexto socioeconómico resultante da pandemia Covid-19. Em videoconferência, assegurou que se mantém “o desenho de linhas de financiamento que possam ajudar todo o tipo de empresas da região”.

O Governo Regional pretende apoiar as empresas no sentido de preservar o emprego, “com medidas concretas, simples, rápidas e de acordo com aquilo que está a ser definido a nível nacional”. Pedro Calado afirma que “queremos que sejam processos rápidos, nada burocráticos e simples de entendimento, com uma amplitude global que possa beneficiar a manutenção dos postos de trabalho que existem”.

Foi também esta quarta-feira, 25 de Março, que a Autoridade de Saúde da Região Autónoma da Madeira avançou só estarem autorizadas as viagens de e para a Madeira por motivos fundamentados de saúde. A autorização depende do preenchimento do inquérito disponível [aqui], com a apresentação de um documento comprovativo do cuidado de saúde que será alvo. Após a submissão do inquérito este será validado pela Autoridade de Saúde e o requerente receberá uma resposta com a solicitada autorização.

Em comunicado surge a explicação que “a situação de emergência nacional impõe que se implemente novas medidas de contenção dos potenciais casos importados de contágio para controlar a situação epidemiológica da região, dos riscos para a saúde pública e da população madeirense”. Assim, “a impossibilidade de proceder à suspensão do tráfego aéreo coloca em grave risco a capacidade da Autoridade de Saúde Regional de modo efectivo, com maior segurança e eficiência, desenvolver as medidas de contenção”.

Para informações e esclarecimentos sobre esta nova medida é possível contactar o uo.bjesus@gmail.com; 291 238 099; 291 208 700.