Marca Mercure chega a Ponta Delgada

A marca Mercure pertencente ao Grupo AccorHotels vai chegar aos Açores com um hotel de quatro estrelas com capacidade prevista de 75 quartos, em Ponta Delgada. Trata-se de um projecto com capital regional, cujo promotor é Damião de Medeiros Lda, que se alia a uma marca de renome internacional.

A secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro, que falava sexta-feira após receber os responsáveis pelo projecto deste hotel de quatro estrelas em Ponta Delgada, salientou que ele “reflecte a atractividade que o sector tem tido na região”, que se consubstancia com o crescente investimento, sendo este futuro empreendimento um excelente exemplo disso mesmo, para adiantar que “pode trazer outros fluxos de visitantes” aos Açores.

“É com especial agrado que o vemos nascer”, frisou, a governante regional citada no site oficial do Governo dos Açores, acrescentando que constitui uma mais-valia para a oferta turística açoriana”.

A secretária Regional adiantou ainda que o projecto incorpora uma forte componente de animação turística, concretamente um centro de bem-estar, piscina exterior e um centro de congressos, o que vai ao encontro da política espelhada no Plano Estratégico e de Marketing do Turismo dos Açores.

A titular da pasta do Turismo acrescentou que o futuro hotel “permite reabilitar um património importantíssimo com uma história que está ligada àquilo que é Ponta Delgada no meio do Atlântico, que poderá e deverá ser transmitia a quem a visita”, dando “um pouco mais de suporte àquilo que devem ser as histórias que temos para contar e que nos distinguem de outros destinos”.

A nova unidade hoteleira vai nascer da requalificação do palacete que albergou a ‘Pensão Central’, que originalmente pertencia aos Barões de Nossa Senhora de Oliveira e que já no início do século XIX era conhecido pela realização de viagens recreativas, introduzindo um certo cosmopolitismo na sociedade local. “A Viagem”, vai ser precisamente a temática do hotel.