Marriott aposta na redução do impacto ambiental

A Marriott International procura reduzir o impacto ambiental ao substituir as pequenas embalagens descartáveis de amenities. Em Portugal, os hotéis Marriott apostam também no consumo responsável de peixe.

Com a substituição das miniaturas, a Marriott International prevê eliminar meio milhão de embalagens de plástico. O eliminar das embalagens descartáveis, incluindo frascos de champô, condicionador e sabonete, decorrerá em todos os 7.000 hotéis das 30 marcas do grupo, até ao final de 2020. Com esta medida, a empresa espera reduzir uma das fontes de poluição dos seus hotéis.

Por outro lado, a Marriott vai lançar uma nova ementa mais sustentável já no próximo dia 17 de Setembro, tornando os seus hotéis pioneiros no consumo responsável de peixe. A nova ementa é fruto de um trabalho realizado em parceria com a organização de conservação da natureza Associação Natureza Portugal, em associação com a WWF, ao abrigo do projecto Fish Forward – Por um consumo responsável de peixe e marisco.

Ao longo dos dois últimos anos a ONG analisou as espécies de peixe e marisco mais consumidas nos restaurantes dos hotéis Marriott, aplicando a sua metodologia de avaliação que analisa as espécies, a forma de captura ou produção e a zona geográfica, com vista a definir o pescado com menos impacto ambiental e social e criar ementas mais responsáveis.

Diversificar as espécies de peixe na ementa, oferecer mais e melhor informação aos consumidores sobre a origem do peixe e marisco que consomem, escolher peixe com certificação e ter atenção aos tamanhos mínimos para cada espécie são as recomendações que os hotéis Marriott irão implementar na nova ementa criada em parceria com a ANP/WWF.

“Desde cedo que os hotéis Marriott compreenderam a nossa mensagem: nem tudo o que vem à rede é peixe para comer. Há muitos factores a ter em conta antes do peixe chegar ao nosso prato, e esta cadeia é um exemplo de como é possível ter uma carta sustentável sem perder qualidade, variedade e sabor”, afirma Ângela Morgado, directora executiva da ANP/WWF.

Elmar Derkitsch, director-geral do Lisbon Marriott Hotel acrescenta que “a sustentabilidade será a próxima vanguarda da nossa cozinha”, e que “é com imenso orgulho que nos associamos a este projecto com o intuito de incentivar os hóspedes e clientes a fazer a escolha acertada. Abraçando esta causa, os nossos restaurantes apresentarão uma nova carta com uma maior diversidade de peixes e marisco que tenham o selo de pesca e aquicultura sustentável”.