Ministra das finanças de Cabo Verde defende associação entre TACV e TAAG

A ministra das Finanças e Planeamento de Cabo Verde, Cristina Duarte, defende a associação entre as companhias aéreas de Cabo Verde e Angola com vista a uma actuação conjunta na região da África Ocidental. De acordo com Cristina Duarte, a questão da associação entre a TACV e a TAAG tem vindo a ser abordada pelos governos cabo-verdiano e angolano nos últimos cinco anos, isto apesar de não existirem desenvolvimentos, “não havendo quaisquer negociações no sentido de as duas companhias aéreas se associarem”. A ministra das Finanças e Planeamento de Cabo Verde explicou, em declarações aos jornalistas em Luanda, na passada segunda-feira, que a ideia de uma associação entre as duas companhias surgiu porque a TACV e a TAAG se complementam em determinados pontos, defendendo que a actuação conjunta seria positiva para ambas as companhias. Cristina Duarte considera que “o mercado da aviação da África Ocidental continua à espera de uma grande associação para uma melhor prestação de serviço” e afirma que, por parte de Cabo Verde, estão reunidas as condições para que a associação se concretize, uma vez que o projecto esteve condicionado durante bastante tempo devido à falta de aeroportos internacionais em Cabo Verde, situação que já foi ultrapassada. “Uma empresa aeronáutica com vocação ou condição regional deve ter infra-estruturas e as infra-estruturas já existem em Cabo Verde, nomeadamente os aeroportos internacionais”, assegurou. I.M.