Mix2travel cria soluções tecnológicas, conteúdos e serviços de acordo com necessidades de cada player do turismo

A Mix2travel, empresa que acaba de chegar ao mercado, oferece soluções tecnológicas, produtos e serviços de acordo com as necessidades específicas de cada player do turismo, seja agências de viagens, agências de viagens online, hotéis, operadores turísticos, empresas de transportação, de activity bank ou DMCs. Em relação à parte aérea fez parceria com os 3 GDS que estão no mercado.

De acordo com Paulo Martins, business adviser da nova empresa, em termos de soluções tecnológicas, a Mix2travel permite ao agente de viagens dar resposta a uma solicitação do cliente em 20 segundos, mesmo incluindo um vasto número de voos, hotéis, transfers, comboios, etc., de e para qualquer parte do mundo. “É aqui que fazemos a diferença, porque pacotes dinâmicos que oferecem avião mais hotel, já existem no mercado”, referiu.

Num almoço com jornalistas, esta sexta-feira em Lisboa, no qual estiveram também Catarina Lopes e João Barbosa, CEO  e business adviser da empresa, respectivamente, Paulo Martins revelou que “desenvolvemos soluções para turismo para qualquer parceiro, com soluções das mais simples às mais complexas, um serviço de chave na mão”.

“Fazemos produtos estáticos, estáticos e dinâmicos ao mesmo tempdisponibilizamos desde sites, como service de contact center ou marketing digital, ou seja, apoiamos o nosso parceiro na optimização e capitalização ao nível das vendas com vista a rentabilizar o seu investimento e oferecemos-lhe produto e serviços”, disse ainda o responsável, para acrescentar que “o que não limitamos é que o parceiro que tenha menos poder de investimento não possa ter a mesma ferramenta que outro com mais poder. Este é o nosso conceito”.

Assim, vários modelos de contratação e a Mix2travel pode adaptar a solução, que já é modelar de origem, às necessidades de cada player. Neste sentido, Paulo Martins adverte que “a Mix2travel sera aquilo que os parceiros quiserem que seja. Se o mercado estiver disposto a aceitar uma determinada abertura, como já aconteceu noutros mercados mais evoluídos, como o alemão, ingles e norte-americano, temos muito para dar. E acreditamos que há espaço e parceiros que querem sair das zonas de conforto”.

A nova empresa tem vindo a apresentar-se ao mercado “e as reacções têm sido muito boas e a supercar as nossas expectativas, principalmente ao nível da hotelaria e das agências de viagens”, enalteceu Paulo Martins, até porque “aparecemos como facilitadores de soluções tecnológicas, conteúdos e serviços”.

Este responsável lembra o dynamic packages é o que mais cresce na indústria do turismo e “o que fazemos é seguir as tendências do mercado, embora exista ainda no mercado português um certo estigma em não aceitar o que o cliente requer já e continuar a pensar que é a distribuição que tem que se impôr ao mercado. Hoje o cliente exige exige rapidez de resposta”, considerou.

Este conjunto de soluções permite às agências de viagem, operadores turísticos, hotéis ou qualquer player comercializar todos os seus produtos numa plataforma única, eficaz e ultra flexível, já que dispõe de motores para reserva de voos, hotéis, transfers, e outras actividades em vários destinos. Permite combiná-los e ao mesmo tempo encontrar o melhor preço.

A Mix2travel organizou o seu segundo open day em Lisboa esta sexta-feira, após na semana passada o ter realizado no Porto. O open day é destinado a todos os players do mercado do turismo e tem o intuito a partilhar todas as suas soluções tecnológicas, produto e serviços, bem como apresentar as  novidades para os próximos meses.

A Mix2travel é uma empresa portuguesa em parceria com uma software house espanhola, tendo esta agregado também as soluçõe e os conceitos da parceira portuguesa.  Ela contempla no seu portofolio uma vasta gama de soluções completas, intuitivas e flexíveis de e-commerce para a indústria do turismo nos segmentos B2B / B2B2C/ B2C e enterprise globais.