MSC Cruzeiros quer navios a sair e chegar a Luanda e Maputo

A MSC Cruzeiros pretende fazer de Luanda e Maputo portos de embarque e desembarque para os seus navios nos próximos anos, pondo assim ao dispor dos passageiros africanos a sua experiência de cruzeiros no Mediterrâneo.
Eduardo Cabrita anunciou que a companhia de cruzeiros está disponível para reunir com empresas ou consórcios de Angola e Moçambique que queiram potenciar o sector dos cruzeiros através do fretamento dos navios MSC Cruzeiros que se vão posicionar no Sul de África, “de forma a efectuar uma temporada com itinerários com saída e chegada a Luanda, e com saída e chegada a Maputo, dentro do período compreendido entre Novembro e Maio, nos próximos três anos”.
A MSC Cruzeiros posiciona todos os anos um dos seus navios no Sul do continente africano, fazendo escalas em Cape Town, WalvisBay e Durban, na África do Sul, e ainda em Maputo, mas pretende que a marca esteja mais presente nas capitais angolana e moçambicana, com embarques e desembarques nos respectivos portos.
“Este Inverno teremos disponíveis 34 cruzeiros no Sul do continente a bordo do MSC Sinfonia, um dos nossos navios recentemente renovados com capacidade para 2.600 passageiros, e acreditamos que Angola e Moçambique poderão também ser um bom mercado para nós”, realçou o director-geral da MSC Cruzeiros em Portugal.
C.M.