NAU Hotels & Resorts com “ano absolutamente excepcional”

Mário Ferreira _ NAU (2)Foi assim que Mário Ferreira, CEO da NAU Hotels & Resorts, caracterizou este primeiro ano de actividade da nova marca. Embora o ano não esteja encerrado, o orçamento que “era ambicioso, foi superado”, afirmou o responsável em resposta a uma questão ao Turisver.com no âmbito da apresentação do tema e logótipo do 41º Congresso da APAVT.

Para 2015 “tínhamos um orçamento muito ambicioso e superámo-lo, quer em taxa de ocupação quer, sobretudo, em preço”, disse Mário Ferreira, concretizando que “conseguimos preços médios, no mês de Agosto, muito superiores àquilo que esperávamos e superiores aos que tínhamos orçamentado, que já eram ambiciosos”. Tudo somado, este primeiro ano da marca NAU no mercado está a ser “um ano absolutamente excepcional”.

Para o que resta deste ano, as perspectivas “continuam a estar um pouco acima das expectativas que tínhamos no início do ano” sendo que, para 2016, “esperamos um ano novamente fantástico”.

Não obstante, e dada a marcada sazonalidade do turismo algarvio, nem todas as sete unidades da NAU Hotels & Resorts naquela região se manterão aberta durante o período de Inverno. Respondendo ao Turisver.com, Mário Ferreira avançou que “vamos encerrar as duas unidades de São Rafael no final de Outubro, no final de Novembro encerramos, durante dois meses, o hotel do Golfe do Morgado e encerramos também o Dunas Suites no final de Outubro até ao início do próximo ano”.

O responsável explicou ainda que “mantemos aberto, durante todo o ano, o Salgados Palace onde está o Palácio de Congressos, e mantemos também aberto o complexo de apartamentos dos Herdade dos Salgados”.

A reabertura das unidades em 2016 será efectuada bastante mais cedo porque, explicou Mário Ferreira, “conseguimos obter para o Palácio de Congressos e o Hotel Salgados Palace o lançamento de um novo modelo da Volkswagen”, à semelhança do mega evento da Mercedes também ali realizado. Decorrendo de 20 de Fevereiro a 29 de Abril, a acção da Volkswagen levará ao Algarve cerca de 25 mil pessoas.