Nova taxa turística: viajar para Barcelona vai ficar mais caro

O município de Barcelona está a analisar a possibilidade de implementar uma nova taxa turística que agravará as visitas dos turistas, não apenas aos que pernoitam, como aos excursionistas que só passem um dia na cidade. 

Apesar de não especificar a forma como irá contabilizar e taxar os excursionistas, a comissão municipal de Economia e Finanças acaba de aprovar uma iniciativa da CiU para que, no Plano Estratégico do Turismo, se estude uma nova taxa, imposto ou preço público para o turismo, para compensar o equilíbrio entre custos e benefícios da actividade, a aplicar em 2017.

A proposta também insiste que o município de Barcelona deve continuar a pedir ao governo regional que ceda 100 % do que recolhe como imposto sobre estadias em estabelecimentos turísticos na cidade, e não 33% como acontece actualmente.

O conselheiro para o Turismo, Agustí Colom, manifestou-se convencido de que neste mandato se avançará conjuntamente para minimizar o impacto gerado por 30 milhões de visitantes que Barcelona recebe todos os anos, tanto os 8 milhões que pernoitam em hotéis como o resto.

O governo catalão lançou em 2012 a chamada taxa turística, que em 2015 arrecadou 43,5 milhões de euros, mais 5,48% do que no ano anterior.