Novo voo da Beijing Capital Airlines promove uma nova Rota da Seda

A nova ligação Lisboa – Xi’an-Pequim, pela Beijing Capital Airlines, vem implementar activamente a iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” e promover uma nova Rota da Seda por via aérea, contribuindo para os intercâmbios amigáveis entre os países e regiões integrantes da nova rota. A nova ligação directa vem também celebrar o 40º aniversário do estabelecimento oficial de relações diplomáticas entre Portugal e China.

A 22 de Julho realizou-se em Lisboa a Cerimónia de Inauguração e Promoção da Rota Lisboa – Xi’an-Pequim, onde foi anunciado oficialmente que a nova rota aérea será inaugurada no dia 30 de Agosto, e operada exclusivamente pela Beijing Capital Airlines. No âmbito da implementação da estratégia “Uma Faixa, Uma Rota”, visa desenvolver os intercâmbios comerciais e culturais entre China e Portugal, e a Europa, América do Sul e países lusófonos, bem como com outros países ao longo da nova Rota da Seda.

Na ocasião, Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, lembrava que nos primeiros cinco meses de 2019 a China foi o segundo país com maior crescimento na emissão de turistas para Portugal, de 17,1%. Ressalta que “o constante trabalho de cooperação com os nossos principais parceiros no trade é crucial para o aumento da notoriedade de Portugal”, e que “a existência de boas ligações aéreas no nosso país é fundamental para o crescimento do número de turistas que nos visita”. Acredita que “o lançamento desta rota terá um grande sucesso para a relação dos dois países e um número crescente de turistas chineses a visitar Portugal”.

“O Governo português tem, com os nossos amigos chineses, feito um esforço de aprofundamento da cooperação entre os destinos”, afirmava Eurico Brilhante Dias, secretário de Estado da Internacionalização, enquanto ressaltava que os dois países têm hoje “um acordo de parceria estratégica que coloca Portugal num relacionamento com a República Popular da China ao nível de um conjunto muito pequeno de países no mundo”.

Portugal foi o primeiro país da Europa Ocidental a firmar o acordo no quadro da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, no decorrer da última visita de Xi Jinping a Portugal. Para Brilhante dias este acordo “nunca ficaria completo” sem uma rota aérea, que complemente a rota terrestre e a rota marítima, que tem em Sines um ponto crucial. A nova Rota da Seda pretende reforçar o contacto comercial entre o Extremo Oriente e a Europa, com base no antigo percurso comercial da seda, que tinha como ponto de partida Xi’an e ponto de chegada Lisboa.

“Esta iniciativa vai permitir que não só turistas, mas também homens de negócios, investigadores, professores e estudantes universitários possam mais facilmente encontrar a forma de ir de um território a outro”, esclarece o secretário de Estado da Internacionalização, para acrescentar que o trabalho de cooperação que tem sido desenvolvido entre os dois países tem de continuar “e hoje temos mais uma boa ferramenta para continuar esse bom trabalho”.

A Cerimónia de Inauguração e Promoção da Rota Lisboa – Xi’an-Pequim contou também com intervenções por parte do vice-presidente de Marketing da Beijing Capital Airlines, Guo Hong, do embaixador da China em Portugal, Cai Run, e do vice-governador executivo da Província de Shaanxi, Liang Gui.