“O esforço da qualificação deve mobilizar todos os agentes do Turismo”, afirma Francisco Calheiros

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal falava na abertura do XV Congresso da Associação dos Directores de Hotéis de Portugal que se iniciou esta quinta-feira em Viseu. Francisco Calheiros, que enalteceu a profissão de director de hotel, considerou que património e qualificação “são dois temas essenciais ao Turismo”.

Num congresso subordinado ao tema “Património e qualificação: dois vectores da rentabilidade hoteleira”, foi da importância destes dois pilares da actividade turística que falou o presidente da CTP, para quem estes são dois “temas inesgotáveis”. O contributo do património para o produto turístico é essencial principalmente num país que, como Portugal, possui “15 bens inscritos como Património Mundial da UNESCO” e que à riqueza do seu património histórico, assente numa história velhinha de 800 anos, soma também um património natural invejável.

Sublinhando que o património e a beleza natural são a segunda motivação para a escolha de um destino de férias e que 70% dos visitantes dos equipamentos culturais em Portugal são turistas, o presidente da CTP considerou “mais do que evidente” a relação entre turismo e património, a qual considerou representar “um desafio” para empresários e directores de hotéis.

“Num quadro altamente competitivo e de grande concorrência, os directores hoteleiros devem estar munidos de todas as ferramentas que lhes permita dar resposta a uma procura exigente e diversificada” e levar a bom termo o maior desafios que lhes é colocado: diferenciar a sua unidade hoteleira “pela qualidade e pela capacidade de captar novos fluxos turísticos”.

Enaltecendo os directores de hotéis por terem sabido “construir e manter uma oferta diferenciadora” e “de qualidade” o presidente da Confederação insistiu na “necessidade de assegurar qualificação para os nossos recursos humanos” ao longo de toca a carreira e foi peremptório ao afirmar que “o esforço da qualificação deve mobilizar todos os agentes do Turismo”.

Do lado da CTP, que está envolvida no BEST – Business Education for Smart Tourism e é responsável pelo Programa “Melhor Turismo 2020”, Francisco Calheiros garantiu que “queremos contribuir para a afirmação de Portugal como destino turístico de referência, queremos referenciar Portugal como destino reconhecido pela qualidade e excelência dos seus serviços turísticos”.