Ocean Cay MSC Marine Reserve na fase final de transformação

A Ocean Cay MSC Marine Reserve, a ilha privada da MSC Cruzeiros, começa a receber os primeiros viajantes em Novembro de 2019, com quatro navios a realizar escala na ilha em dias diferentes. Agora, um ano antes, entrou na fase final da sua transformação, com a plantação das primeiras árvores.

Com este projecto a MSC Cruzeiros está a transformar um antigo local industrial de extracção de areia numa reserva marinha e destino de ilha privada exclusivo para hóspedes da companhia de cruzeiros. Localizada nas Bahamas, a ilha oferece vistas panorâmicas para águas azuis cristalinas e praias de areia branca.

Pierfrancesco Vago, executive chairman da MSC Cruzeiros, que visitou a ilha para plantar uma das árvores inaugurais, afirmou que “não há palavras suficientes para descrever a inacreditável beleza natural da nossa ilha e é somente quando aqui estamos […] que conseguimos realmente perceber o que estamos a realizar aqui”.

Os trabalhos paisagísticos em desenvolvimento visam criar um ambiente tropical. Outros trabalhos começarão em breve, para a criação de 100 estruturas amigas do ambiente, que incluirão bares, restaurantes e casas para colaboradores e funcionários que vão morar na ilha. Serão também efectuados trabalhos no farol, que será um ponto central de entretenimento à noite.

O porto vai permitir aos navios atracar junto à ilha, para que os hóspedes possam entrar e sair com facilidade, tanto de dia quanto de noite. A MSC Cruzeiros está também a recriar o fundo do mar em redor da ilha, para que os viajantes tenham a oportunidade de praticar snorkelling ou mergulho, ou passear de barco até uma das pequenas ilhas que se encontram nas proximidades.

No centro da ilha vai surgir uma lagoa de águas superficiais para disponibilizar uma área de diversão para as famílias. A lagoa surge a par com oito praias formadas a partir da areia de aragonite branca. O projecto Ocean Cay MSC Marine Reserve foi desenvolvido para criar um impacto positivo a longo prazo no meio ambiente e nas comunidades das Bahamas. Ao restaurar a ilha, a MSC Cruzeiros espera melhorar ainda mais a imagem das Bahamas como destino turístico obrigatório em todo o mundo.