OMT: Baleares serão primeiro destino turístico desenvolvido no âmbito da Agenda 2030

A implementação de novos recursos e acções para a adaptação progressiva das Ilhas Baleares, Espanha, aos objectivos da Agenda 2030 é um dos principais objectivos de um novo acordo assinado entre a Organização Mundial do Turismo e a Fundação IMPULSA BALEARES.

A execução de novos projectos focados na sustentabilidade local e que considerem os padrões de produção e consumo turístico das Baleares, a proximidade dos agentes regionais, o aproveitamento de sinergias público-privadas e a geração de conhecimento estratégico por parte da fundação, são os principais objectivos desta colaboração com a OMT como agência das Nações Unidas que promove o turismo como veículo para o desenvolvimento sustentável.

De entre as primeiras iniciativas está a criação de directrizes de economia circular no sector hoteleiro das ilhas e a identificação de boas práticas que já estejam a ser implementadas neste sentido. O objectivo é estabelecer uma abordagem adequada à relação que a actividade hoteleira mantém com a sua envolvente, obter resultados de inteligência que facilitem a tomada de decisões sobre a implementação de medidas de consumo e produção responsáveis em linha com a Agenda 2030, e determinar um contexto estratégico que permita activar a rede de empresas do sector e demais stakeholders.

O memorando de entendimento foi assinado pelo secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili, e a presidente da IMPULSA BALEARES, Carmen Planas, e permanece vigente até 31 de Dezembro de 2021. A IMPULSA BALEARES é uma plataforma de conhecimento estratégico e interacção regional, que trabalha com o intuito de facilitar a tomada de decisões por parte dos agentes económicos e sociais e a configuração de uma agenda de transformação produtiva, com impacto sobre a competitividade global destas ilhas.