OMT: Gastos dos turistas chineses são os que mais crescem

O mercado da China liderou o crescimento do turismo emissor em 2015 e foi também aquele em que o gasto médio mais subiu, tendo protagonizado um aumento a dois dígitos.

De acordo com os resultados do Barómetro da OMT, China, Estados Unidos e Reino Unido lideraram o crescimento do turismo emissor no ano que terminou, com o aumento dos gastos turísticos a ser protagonizado por “mercados de moeda forte e economia sólida”.

Os gastos do mercado chinês voltaram a crescer a dois dígitos em 2015, tal como vem acontecendo desde 2004, beneficiando sobretudo destinos asiáticos como o Japão e a Tailândia, mas também os Estados Unidos e alguns países europeus.

Já os gastos dos turistas originários da Rússia e do Brasil tiveram uma “redução drástica” em 2015 devido às “restrições económicas de ambos os países e à depreciação do rublo e do real face às restantes moedas”.

Segundo maior mercado emissor do mundo, os gastos dos turistas norte-americanos aumentaram 9% em termos homólogos, enquanto os do Reino Unido subiram 6%. Os gastos da Alemanha, Itália e Austrália registaram um aumento homólogo de 2%.