ONG portuguesa cria primeiro guia turístico da Guiné-Bissau

A ONG portuguesa  Afectos com Letras, com sede em Pombal, vai criar o primeiro guia turístico da Guiné-Bissau, numa parceria com a secretaria de Estado do Turismo daquele país africano e com financiamento da União Europeia. 

O objectivo é promover um sector pouco ou nada explorado acordo com a portuguesa que decidiu criar a ONG em 2009.

As 90 ilhas dos Bijagós que são reserva natural ou as matas de Cantanhez, que são um santuário de chimpazés, seriam razões mais do que suficientes para dar a conhecer o país a turistas mas também aos guineenses.

O guia turístico vai ter edição em livro e vai estar igualmente disponível em formato digital.

Apesar do projecto ser em torno do turismo, o trabalho da Afectos com Letras continua a centrar-se na educação na Guiné-Bissau.