Operadores britânicos de “cabelos em pé” com hotel na Turquia

O operador turístico britânico Jet2Holidays endereçou um pedido de desculpas aos seus clientes hospedados no Grand Yazici Mares na Turquia, após uma brincadeira de mau gosto ter sido efectuada pelos animadores do hotel.

Em género de brincadeira o staff do hotel de cinco estrelas vestiu-se como guerrilheiros armados do Estado Islâmico e dirigiu-se à piscina de modo a “entreter” os hóspedes que lá se encontravam.

O Grand Yazici Mares, na zona turística de Içmeler, tem uma elevada procura por clientes de operadores turísticos britânicos como Jet2Holidays, Thomson e Thomas Cook. Clientes estes que, segundo jornais britânicos, entraram em pânico ao assumir que seria um ataque real do ISIS, passadas apenas algumas semanas dos atentados a dois hotéis na Tunísia, nos quais 38 turistas foram mortos.

Tendo em conta que 30 desses turistas eram britânicos, os presentes na “brincadeira” realizada na Turquia afirmam esta ter sido de “mau gosto”. Após efectuarem reclamações junto ao gerente do hotel este reiterou que era apenas uma piada e que se quisessem reclamar que o fizessem junto ao representante local da sua agência de viagens.

Assim, o gerente do hotel explicou à Jet2Holiday que a brincadeira fazia parte de um programa de entretenimento que figurava personagens como Rambo e o Super-Homem, sob o tema “Hollywood”, e que percebe agora a apreensão sentida pelos seus hóspedes em relação aos trajes do Estado Islâmico, que serão retirados do programa.

É natural que resorts de férias tenham uma equipa de animação activa, com diversos programas e espectáculos agendados ao longo dos dias, o que regra geral é do agrado dos hóspedes que frequentemente participam nos mesmos. Porém, é preciso ter atenção e não acreditar que tudo é válido e que um entertainer vestido ao modo ISIS aproximar-se dos clientes com uma garrafa com rótulo “Fuel” fingindo incendiar a área da piscina é considerado engraçado ou entretenimento.