Passageiros transportados pela TAP aumentaram 4,8% no 1º semestre

No total, a TAP transportou 7,9 milhões de passageiros no primeiro semestre deste ano, num aumento de 4,8% face ao mesmo período do ano passado que se fez sentir em praticamente toda a rede da companhia.

Em nota à comunicação social, a TAP sublinha o facto de ter conseguido registar aumentos de passageiros em todos os sectores de rede que opera (excepto o Atlântico Sul e Central). O destaque vai, no entanto, para a América do Norte, com mais 9,6% de passageiros transportados, para um total de 428 mil, e também para África, onde a companhia cresceu 8,5%, para um total de 586 mil passageiros.

Nas rotas da Europa – excluindo Portugal – a TAP teve o maior crescimento absoluto, atingindo os 4,8 milhões de passageiros, mais 227 mil, ou 4,9%, que nos primeiros seis meses do ano anterior.

No pólo oposto situou-se o Brasil que registou “um abrandamento ligeiro”, com -2% de passageiros transportados no semestre. Mesmo assim, a empresa sublinha que os “meses mais recentes” estão a dar “sinais de uma recuperação”. Em Junho, por exemplo, a TAP transportou nas rotas do Brasil mais 3,4% de passageiros que no mesmo mês de 2018.

Nos voos entre aeroportos de Portugal continental (Lisboa, Porto e Faro), a TAP cresceu 1,8%, enquanto nas rotas dos Açores e da Madeira, registou um aumento de 4,9%, alcançando os 633 mil passageiros no conjunto das rotas de e para as Regiões Autónomas.

A companhia destaca ainda os resultados da Ponte Aérea Lisboa-Porto, onde foi registado um aumento de 5,8%, tendo sido alcançados 400 mil passageiros.

Recorde-se que neste primeiro semestre do ano, a TAP lançou novas rotas para Telavive, Basileia e Dublin a 31 de Março, Chicago, Washington, S. Francisco, Nápoles e Tenerife, em Junho. Já no início do segundo semestre, foram lançadas rotas de Lisboa para Conacri e do Porto para Bruxelas.

Em Setembro, a companhia vai ainda inaugurar voos entre o Porto e Munique e Lyon e entre Lisboa e Banjul.

“O efeito das novas rotas, aliado ao tradicional maior tráfego do segundo semestre, permitem afirmar que em 2019 a TAP vai superar todos os recordes no número de passageiros transportados”, afirma a companhia.