Pedro Costa Ferreira abre sucessão

A sucessão de Pedro Costa Ferreira à frente dos destinos da APAVT – Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, é tema para um artigo de fundo, assinado pelo director da Turisver na edição que vai estar em distribuição no Congresso da APAVT, em Aveiro.

Face à possibilidade de Pedro Costa Ferreira não avançar para mais um mandato à frente dos destinos da APAVT, este é um assunto que começa a estar na ordem do dia, principalmente com o aproximar de mais um congresso da Associação que poderá motivar um acelerar de movimentações em torno de possíveis candidatos.

“Perante o cenário da não recandidatura de Pedro Costa Ferreira, que muitos ainda não acreditam que venha a acontecer e com o aproximar do Congresso de Aveiro que se realiza a cerca de um ano das eleições, torna-se natural que algumas personalidades se estejam a posicionar, estabelecendo contactos e procurando apoios, o que é perfeitamente lógico e legítimo”, lê-se no artigo.

No momento perfilam-se já dois nomes ou, se se preferir, existem dois pré-candidatos, Vítor Filipe e Miguel Quintas, e deles se fala também neste artigo, onde se avança mesmo com a possibilidade de vir a existir ainda um terceiro pré-candidato: “Como é perceptível, a cerca de um ano das eleições e longe de o processo de candidaturas estar aberto, ainda muita coisa pode acontecer. Para já fala-se na possibilidade de surgir uma terceira candidatura (…)”, avança o director da Turisver.

*Leia o artigo completo na revista Turisver