Pedro Machado quer que o Fórum “Vê Portugal” relance a agenda de eventos pós Covid-19

O presidente do Turismo Centro de Portugal quer que o 7º Fórum Turismo Interno – “Vê Portugal”, a decorrer entre 4 e 7 de Maio nas Caldas da Rainha, “seja o primeiro evento que nos permita relançar a agenda de eventos no Centro de Portugal”, quando se iniciar a curva de recuperação pós Coronavírus.

“Há vida e há país para além do Coronarívus”, afirmava Pedro Machado no evento de apresentação do “Vê Portugal”, na passada terça-feira, 10 de Março. O presidente da entidade organizadora do evento quer que este seja “um sinal positivo, logo que possamos reunir todas as condições, para que o país volte à sua normalidade”. A escolha do início de Maio prende-se com um levantamento que a entidade tem feito junto dos mercados externos, cujos operadores “estão a calendarizar para o início de Maio aquilo que poderá vir a ser o normal funcionamento da actividade turística”.

Assim, o “Vê Portugal” pretende “estar na linha frente daquilo que esperamos vir a ser o retomar de uma agenda normal”, segundo Pedro Machado, que acrescenta que “estamos a cumprir com todas as directivas da Direcção Geral de Saúde”. O Fórum Turismo Interno prevê a participação de cerca de 600 profissionais, fixando-se abaixo do limite de 1.000 participantes recomendado pela DGS. Dito isto, o presidente do TCP exalta que “as questões económicas nunca poderão sobrepor-se às vidas humanas”, pelo que o evento nunca será cancelado, mas poderá vir a ser adiado.