Pequim e Havana ligadas três vezes por semana

Pequim e Havana passaram a estar ligadas pela primeira vez numa rota operada três vezes por semana pela Air China.

Esta é a primeira rota entre China e América Latina operada por companhia aérea chinesa, uma aposta da empresa estatal Air China com vista a fomentar o turismo do gigante asiático na região, ainda pouco visitada pelos turistas chineses.

A nova rota, que se iniciou este domingo, é feita por um modelo Boeing 777, liga Pequim a Havana três vezes por semana, e faz escala em Montreal, no Canadá.

A potência asiática tornou-se em 2014 o principal mercado emissor de turistas do mundo, mas os cidadãos chineses preferem a Europa e países do sudeste asiático para as suas viagens.

O turismo é a segunda maior fonte de receitas da economia cubana e só no primeiro semestre de 2015 facturou 1.700 milhões de dólares (1.543 milhões de euros), segundo dados oficiais, enquanto no ano passado, 109 milhões de chineses viajaram para fora da China Continental, transformando o país no maior emissor mundial de turistas, à frente dos Estados Unidos da América.