Porto e Norte continua a ser a região que mais cresce

O Porto e Norte de Portugal continua a ser a região turística nacional a evidenciar maiores taxas de crescimento, com aumentos a dois dígitos nas dormidas de não residentes até Outubro.

De acordo com os dados recentemente publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), tanto no que se refere ao mês de Outubro como ao acumulado do ano, a região do Porto e Norte de Portugal destaca-se ao nível do crescimento das dormidas, com destaque para as realizadas pelos não residentes.

Em Outubro, o Norte apresentou um aumento de 7,6% no número de dormidas, em termos homólogos, ultrapassando as 995 mil, uma taxa de crescimento que se torna ainda mais clara quando se considera o acumulado do ano, em que a região do Porto e Norte apresenta uma subida homóloga de 9,4%, ficando bastante acima dos 9,34 milhões.

Só no que toca às dormidas dos nacionais, o Porto não ocupou o primeiro lugar do pódio, com um aumento de 6% até Outubro, para mais de 3,6 milhões, enquanto em Outubro registou até um ligeiro decréscimo, acusando o retrocesso do mercado interno neste mês.

Já quanto às dormidas de não residentes, o Porto e Norte volta ao primeiro lugar em matéria de crescimentos. De Janeiro a Outubro, este indicador apresentou uma subida homóloga de 11,7% para um pouco mais de 5,7 milhões de dormidas, enquanto em Outubro, a subida atingiu os 13,7% para quase 645 mil dormidas de estrangeiros nas unidades de alojamento da região.

No que toca aos municípios, é de salientar que se registaram no Porto 7,0% das dormidas totais do país em Outubro e 6,3% do total desde o início do ano.

Os não residentes representaram 83,5% das dormidas registadas no conjunto dos primeiros dez meses do ano e, ainda no que toca ao Porto, sublinhe-se que as dormidas totais registaram um aumento homólogo de 10,1% desde o início do ano.