Portugal foi o destino que mais cresceu no mercado francês

Portugal Continental foi o destino turístico que mais cresceu este Verão nas preferências dos turistas franceses, com um aumento de 34% face ao ano passado, contabilizados os meses da época alta até ao final de Agosto. Os dados são da associação francesa de operadores turísticos que avança com perspectivas positivas para Portugal também em 2016.

Segundo aquela entidade, além de Portugal, que atingiu um crescimento homólogo de 34%, o Top5 dos destinos de curta distância que mais cresceram este Verão entre os consumidores franceses, é constituído pelas ilhas Canárias (+31%), Grécia (+21%), Sardenha (+18%) e a Islândia (+17%). Já no longo curso a grande surpresa foi Cuba, com um aumento de 81% na procura, face ao período homólogo do ano passado. Japão, Canadá, Peru e Seychelles completaram o Top5 no que se refere ao aumento da procura em destinos de longo curso.

No pólo oposto, com quebras assinaláveis, estiveram a Tunísia, que decresceu 55%, a Turquia (-36%), Marrocos (-30%), Maldivas (-20%) e Indonésia (-19%).
Para o Inverno, as perspectivas dos operadores franceses são também positivas, com o presidente da SETO, uma das associações de operadores turísticos de França, a estimar um aumento homólogo de 5,8% no tráfego turístico, o que, de acordo com o responsável, representará um aumento de 9,5% no volume de negócios e 3,5% nas receitas.

Entre os destinos de proximidade, o responsável antecipa um significativo volume de viagens para as Canárias e a Finlândia, ao mesmo tempo que prevê que o número de reservas para destinos como o Marrocos, Egipto e Tunísia, continue em queda.

O presidente da SETO antecipa ainda que destinos como Portugal e Espanha irão continuar em alta na demanda dos turistas franceses durante o Verão de 2016.