“Portugal: Preparar o Amanhã” é o tema do 31º Congresso da AHP

De 20 a 22 de Novembro, no Centro Cultural de Viana do Castelo, o 31º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, organizado pela Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) vai ter como lema “Portugal: Preparar o Amanhã”. Os temas dos painéis são também já conhecidos.

Na base da escolha do tema central do congresso está a consciência de que o turismo é uma actividade económica sujeita a ciclos, o que leva a AHP a querer debater, no seu congresso, situações e soluções de futuro. “ (…) o Turismo tem ciclos de expansão e contracção, estádios de maturação, concorrência e afirmação de modas, tendências e destinos”, frisa a AHP no texto de apresentação do evento, onde se interroga também sobre “que sinais há no horizonte?” depois de os anos mais recentes terem sido de expansão. “Como, onde, em que mercados e em que segmentos? Que indicadores temos hoje que nos permitem antecipar o que será o amanhã?”, são perguntas que a Associação coloca e a que os vários painéis do congresso tentarão dar resposta.

Como vem sendo hábito, o Congresso da AHP arranca com o Get Together – Mostra de produtos regionais, marcado para as 19h00 de dia 20 de Novembro, com os dois dias seguintes a serem preenchidos com vários painéis.

Logo no primeiro dia, após a sessão de abertura, que será seguida de uma intervenção de fundo do ministro Adjunto e da Economia, o tema em cima da mesa será “O Investimento Hoteleiro em Portugal. Uma visão privilegiada sobre destinos, modelos de negócio e investimento”. Segue-se o painel “Convergência Ibérica. As oportunidades de Portugal em Espanha – como seduzir Espanha?”.

A parte da tarde inicia-se com uma intervenção do presidente da Confederação do Turismo de Portugal, a que se seguem os painéis “Desafios da Comercialização Digital” e “Game Changing: a transformação da indústria da aviação e as implicações para Portugal”.

O dia 22 inicia-se com o debate em torno do tema “Crescer a Norte” e o último painel, antes da sessão de encerramento debaterá a temática “As oportunidades que temos – a nossa singularidade”.

No lançamento do congresso, que teve lugar esta segunda-feira na Câmara Municipal de Viana do Castelo, o presidente da AHP, Raul Martins, afirmou que “nestes últimos anos muita coisa mudou: o Turismo cresceu, surgiram projectos inovadores e a Região Porto e Norte tornou-se num dos destinos de preferência e de referência do nosso país, tendo sido a região que mais cresceu em 2018. Quando a Câmara Municipal de Viana do Castelo veio ter connosco e mostrou, desde o primeiro momento, disponibilidade para nos apoiar, confirmámos que era o momento de regressar a esta região que sempre nos acolheu tão bem e onde a AHP quer continuar a crescer”. E concluiu “acreditamos que estamos a construir um Congresso muito forte, com grandes painéis e excelentes oradores, pelo que estamos certos de que este será, como habitualmente, um dos momentos altos da agenda do sector”.

Já o presidente da autarquia de Viana do Castelo, José Maria Costa, sublinhou que  “Viana do Castelo é uma cidade cada vez mais cosmopolita e que acolhe turistas ao longo de todo o ano”, situação que “se deve ao facto de sermos uma cidade atractiva no que diz respeito à segurança, com paisagens naturais de tirar o fôlego, com uma oferta cultural para todas as idades e gostos, garantindo ainda a existência de infra-estruturas de elevada qualidade para acolhimento e promoção de eventos culturais, associativos, empresariais e desportivos”.

Por isso, garante o autarca, “é com enorme satisfação que recebemos este Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, um evento de referência que conta com a participação dos responsáveis máximos da área. Estou certo que, para Viana do Castelo, esta será uma excelente oportunidade de aprendizagem e de partilha de conhecimentos”.

Mais informações sobre o congresso e inscrições em:  www.congressoahp.pt