Portugal é primeiro no ranking: Turismo de golfe cresce em todo o mundo

Uma pesquisa da consultora KPMG Golf dá conta que o turismo de golfe está a crescer em todo o mundo, incluindo Portugal. Os dados recolhidos junto de operadores turísticos especializados neste segmento referem-se principalmente à situação em 2014. Portugal e Espanha continuam a ser os dois destinos de golfe mais populares a nível mundial e estão entre os países com o maior aumento nos preços no ano passado.

O volume de reservas de golfe em 2014 teve um aumento de 80% comparado com o ano anterior e todos os cerca de 50 operadores turísticos inquiridos indicaram que tinham experimentado um aumento no número de reservas no período de 2013 a 2014. Estes resultados e o aumento da procura de férias de golfe sugerem uma contínua recuperação da indústria de viagens de golfe após a crise económica prolongada.

O estudo indica, igualmente, que ao longo das últimas décadas, o sucesso do turismo de golfe aumentou sensivelmente. Muitos operadores turísticos de golfe em todo o mundo estão a adaptar as suas ofertas para as necessidades específicas dos golfistas. Seja como uma motivação primária para umas férias ou simplesmente como uma actividade secundária, golfe atrai milhões de turistas em todo o mundo.

A empresa de turismo de golfe não é apenas um gerador de receita para as próprias instalações de golfe através de gastos nos green fees, equipamento de golfe e carro de aluguer, mas também para uma ampla variedade de serviços de viagens, de lazer e alojamento, como hotéis, restaurantes e companhias aéreas.

Como nos anos anteriores, a pesquisa refere ainda que a maioria das viagens foi reservada através de operadores turísticos de golfe e tiveram a duração média entre os quatro e os sete dias. No entanto, a média de estadias mais longas começou a aumentar a partir de 2014, em comparação com os anos anteriores, o que sugere uma disposição crescente de turistas de golfe em gastar mais tempo e dinheiro nas suas férias de golfe.Além disso, de acordo com 43% dos entrevistados, os preços dos pacotes de golfe aumentaram em 2014, enquanto 50% indicaram que os preços em geral permaneceram a um nível similar ao de 2013. Portugal e Espanha foram nomeados como os destinos com os maiores aumentos nos preços 2014, bem como os EUA. De acordo com os operadores turísticos de golfe pesquisados, a acessibilidade (incluindo a disponibilidade de voos directos), os preços dos pacotes e a qualidade dos campos de golfe e instalações são os factores mais importantes para os viajantes de golfe na escolha do seu destino de férias de golfe. Enquanto a Espanha e Portugal continuam a ser os dois destinos de golfe mais populares a nível mundial, África do Sul, Marrocos, Emirados Árabes Unidos, Sudeste da Ásia (especialmente Tailândia e Vietname) e Bulgária foram apontados como os destinos emergentes na procura deste segmento.Os viajantes de golfe mais comuns ainda são os britânicos e os norte-americanos, embora muitas vezes escolham viagens no do próprio país. No entanto, os escandinavos (principalmente suecos), alemães e dinamarqueses estão perto do topo da lista com um forte interesse em viajar para o exterior para a prática do golfe.Enquanto apenas alguns anos atrás, a maioria dos operadores não encontrou na internet uma opção viável para reservas de viagem de golfe, a principal tendência mencionado na pesquisa deste ano foi o surgimento de melhores sistemas de reservas on-line, bem como várias aplicações smartphones e tablets. Com a mudança de necessidades do cliente, estas ferramentas deverão ganhar importância nos próximos anos. Quanto ao calendário de reservas, cerca de metade das viagens são reservadas entre 1 a 6 meses antes da data da viagem, enquanto cerca de 40% são reservadas com mais de seis meses de antecedência (estes são normalmente as reservas de grupo).