Presidente do Turismo de Portugal desafia hoteleiros a colaborarem mais

O presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, desafiou os hoteleiros a colaborarem cada mais nas políticas que estão a ser implementadas ao nível do turismo, e nos desafios que se colocam a este sector.

Num almoço esta quarta-feira, em Lisboa, com os associados da AHP, Luís Araújo fez um balanço da actividade turística, realçando as iniciativas levadas a cabo pelo Turismo de Portugal, que passam, nomeadamente, na perspectiva de captação e fidelização dos clientes, no apoio à inovação e empreendedorismo, na sustentabilidade do destino, quer ao nível económico, com vista a garantir a sustentabilidade das empresas, como ao nível social.

O Revive, as linhas de apoio à requalificação e os apoios através do Portugal 2020, a promoção turística com aposta no mundo digital, mas também no off-line em mercados como o Reino Unido, França, Espanha e Alemanha, o apoio à captação de novas rotas e à tour operação, o lançamento da campanha do turismo interno, o apoio à captação de congressos e reuniões internacionais, bem como o estímulo para que haja vida no Algarve fora da época alta, com o lançamento do “Algarve 365”, foram as questões abordadas pelo presidente do Turismo de Portugal.

No entanto, grande parte da intervenção de Luís Araújo centrou-se nos recursos humanos e nas 12 escolas sob a alçada do Turismo de Portugal, para os quais pediu um maior envolvimento do sector, designadamente dos hoteleiros. “As escolas não são espaços fechados”, realçou, para desafiar a hotelaria: “Ajudem-nos, digam o que querem das escolas e das profissões do turismo”.

Por outro lado solicitou um maior envolvimento do sector com as encubadoras, até porque “muitas iniciativas são boas para os vossos negócios”, disse ainda o responsável para terminar a sua intervenção afirmando que o Turismo de Portugal “está aberto a ideias que queiram desenvolver”.