Programa Revive: 6M€ para transformar Mosteiro de Lorvão em hotel

A adaptação a fins turísticos do Mosteiro de Lorvão, em Penacova, vai implicar um investimento na ordem dos 6 milhões de euros por parte do futuro concessionário. O concurso público, o 14º no âmbito do programa Revive, já foi lançado e os interessados poderão apresentar propostas até 8 de Maio de 2019.

Classificado como Monumento Nacional, o Mosteiro de Lorvão, localizado na Aldeia do Lorvão, em Penacova, no distrito de Coimbra, vai ser concessionado por um período de 50 anos, no âmbito do programa Revive, para ser transformado numa unidade hoteleira com 90 quartos. Ficam de fora da concessão a igreja, o espaço reservado a um projecto museológico e uma parte destinada, eventualmente, a ser usada pela Câmara Municipal de Penacova e por colectividades.

Ao intervir na cerimónia de lançamento do concurso público internacional para a concessão, a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, salientou que se trata de “uma oportunidade única para atrair investidores”.

Também presente na cerimónia, a secretária de Estado da Cultura afirmou que a adaptação do Mosteiro de Lorvão a fins turísticos “deve ser encarada como um projecto para o desenvolvimento económico” do concelho de Penacova.

De acordo com uma nota distribuída à imprensa, no século passado “todo o imóvel foi requalificado para acolher” o Hospital Psiquiátrico de Lorvão, que deixou de funcionar nesta década, quando diversas unidades de saúde da região deram origem ao Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

O Mosteiro de Lorvão é um dos 33 imóveis abrangidos pelo Revive, um programa que envolve os ministérios da Economia, Cultura e Finanças e as autarquias.