Programa Valorizar contratualiza mais 29 projectos

Até 7 de Agosto, o Turismo de Portugal vai contratualizar mais 29 projectos de investimento no âmbito do Programa Valorizar, a que corresponde um incentivo financeiro superior a cinco milhões de euros.

As sessões públicas de assinatura dos contratos contam com a presença de Rita Marques, secretária de Estado do Turismo. A primeira decorre esta quinta-feira, em Vila Nova de Foz Côa. Os restantes contratos são assinados em Tondela, Coimbra e São Pedro do Sul, Chaves e Bragança, Covilhã, Fundão e Castelo Branco, e Viana do Castelo.

A promover o turismo industrial, valorização do património natural e cultural, cycling & walking, autocaravanismo, turismo acessível e turismo literário, são exemplo projectos como a valorização da Rota do Bordado de Castelo Branco, a criação da Rota do Megalitismo, a Dinamização da Fruição Sustentável e Acessível do Vale do Côa, entre outros. Estes são alguns dos investimentos a contratualizar, que envolvem um investimento global de cerca de 10 milhões de euros.

“O conjunto de projectos que vão ser agora contratualizados, e que fazem parte de um conjunto de 85 projectos recentemente aprovados ao abrigo do Programa Valorizar, representam o nosso compromisso para a dinamização do turismo ao longo de todo o território nacional e são um exemplo do papel determinante que o Programa Valorizar tem tido na qualificação e na valorização turística de Portugal”, afirma Rita Marques.

O Programa Valorizar destina-se a apoiar o desenvolvimento de projectos turísticos que promovam a valorização turística dos territórios, principalmente dos de mais baixa densidade, e contribuam, em linha com a estratégia Turismo 2027, para alargar o turismo a todo o território nacional, durante todo o ano. Desde a sua criação já apoiou 738 projectos, com um investimento superior a 164 milhões de euros e um incentivo de 106 milhões de euros.