Quinta da Pacheca reabre enoturismo a 18 de Maio

O Wine House Hotel da Quinta da Pacheca, bem como a Wineshop e Restaurante, reabrem as suas portas ao público a 18 de Maio, levando em conta todas directrizes da Direcção-Geral de Saúde e do Turismo de Portugal.

O plano de retoma da actividade levou todos os funcionários da área do enoturismo a terem formação específica. Teve em conta todas as normas emitidas pela DGS e pelo Turismo de Portugal, no que diz respeito às condições de higienização, bem como no distanciamento físico, considerando todos os constrangimentos impostos pela actual crise de saúde pública.

“A percepção de segurança sanitária será um factor decisivo para os turistas num futuro próximo”, considera Álvaro Lopes, director-geral da empresa, que acrescenta que “para nós é ponto de honra a segurança, quer dos nossos clientes, quer dos nossos colaboradores”. Assim, os espaços de enoturismo da Quinta da Pacheca já se encontram certificados com o selo “Clean & Safe”.

Os espaços serão comercializados a 50%, numa primeira fase, tendo sido estabelecido o distanciamento de 2m entre mesas no restaurante, excepto para famílias. As soluções alcoólicas estarão disponíveis para utilização de todos os visitantes, à entrada e saída, e todos os objectos de manuseamento comum serão desinfectados várias vezes ao dia. A roupa de cama e de banho terão cuidados reforçados, com a equipa de housekeeping a receber a formação devida.

A Quinta da Pacheca garante, ainda, que todo o staff utilizará equipamento de protecção adequado e cumprirá com rigor o plano interno estruturado pela empresa, com um protocolo de limpeza e desinfecção rigoroso e supervisionado regularmente.