Real Companhia Velha abre 17•56 Museu & Enoteca em Gaia

A Real Companhia Velha vai abrir ainda durante este mês um novo centro de visitas, o 17.56 Museu & Enoteca, localizado à beira do rio Douro, no Cais de Gaia, ocupando parte daquele que outrora foi um dos armazéns da companhia.

  

  

O 17•56 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha ocupa uma área com 3.000 m2, dividido em dois pisos, onde vinho, gastronomia e história se complementam. O nome faz referência ao ano da instituição da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro (também denominada por Real Companhia Velha), o mesmo da 1.ª Demarcação do Alto Douro: 1756, mais precisamente a 10 de Setembro. O ponto a “quebrar” o ano, 17•56, faz com que seja mais fácil de o memorizar e dizer.

O Museu da 1.ª Demarcação situa-se no piso 0 e é contíguo a uma sala de provas e loja de vinhos. Dividido em seis capítulos, no núcleo museológico conta-se a história do Douro, a mais antiga região demarcada e regulamentada do mundo, através de inúmeros objectos e documentos pertença do espólio da empresa.

No piso 1, a Enoteca 17•56 pretende contribuir para a afirmação do Porto como uma das dez capitais mundiais do vinho e onde a oferta gastronómica é bastante variada, mas o vinho é rei. De notar que, para além do amplo portefólio da Real Companhia Velha (aqui listado com 300 referências, por ter mais do que uma colheita por vinho), vão estar ao dispor alguns dos melhores vinhos de Portugal, e do mundo, num total de 500 referências. O vinho é o foco de todo este projecto, sendo complementado com uma variada oferta gastronómica.